Gigantes de Aço

Unidos por circunstâncias avessas às vontades de ambos, pai e filho descobrem um interesse em comum que mudará suas vidas. Esta sinopse pode definir Gigantes de Aço e vários outros filmes, tais como “Falcão – O Campeão dos Campeões” (Over the Top), drama de 1987 com Sylvester Stallone. Então, o que “Gigantes de Aço” tem de diferente para atrair o público? A resposta para esta pergunta pode se dividir em vários fatores. Vamos a eles!

Primeiramente, a presença de Hugh Jackman. O intérprete de Wolverine (em filme próprio ou dos Mutantes) tem uma carreira admirável, conquistando crianças, marmanjos e, claro, mulheres, que não conseguem resistir ao olhar e físico invejável do australiano. No filme, ele interpreta Charlie Kenton, um ex-lutador de boxe que, ao ver uma oportunidade de ganhar um dinheiro com o filho, não a perde; afinal, endividado, mulherengo e sem auto-estima, o que lhe resta na vida é colocar robôs em ringues para lutar até a destruição.

Em segundo lugar, temos os efeitos especiais. A direção de arte foi primorosa ao criar os “bots” (modo como os robôs são chamados) que impressionam com tamanha qualidade. Durante toda a projeção, torcemos para eles como se fossem reais, existissem de fato! Mesmo sabendo que se trata de uma ficção futurista (o filme se passa em 2020) e que, pra ser filmado hoje, foi necessário utilização da tecnologia Motion Capture (um ator veste roupas com sensores que captura os movimentos), torna-se impossível não lamentar o destino de Ambush e Noisy Boy, além de torcer para que Atom consiga cumprir o destino do seu jovem treinador, Max.

E é exatamente em Max que reside o elemento surpresa do filme. Interpretado pelo jovem ator canadense Dakota Goyo, ele consegue fazer Max ser um contraponto perfeito ao imaturo e irracional Charlie. Logo de cara, temos o garoto descobrindo que foi “vendido” pelo pai; além de não se surpreender com a atitude, ele exige que parte do dinheiro seja entregue a ele. Um gênio! O ator, que interpretou Thor criança no recém lançado filme homônimo, está irresistível no papel, passando a sensação, o sentimento de que aquilo que estamos vendo é real (nota para a cena em que ele presencia a passagem do grande campeão Zeus).

Além dos fatores expostos acima, “Gigantes de Aço” consegue se destacar do convencional por ter a Walt Disney Studios e a produção do mestre Steven Spielberg e contar com o ex-pugilista campeão olímpico e detentor de diversos títulos mundias em várias categorias, Sugar Ray Leonard, como consultor para as cenas de luta. Elementos primorosos que transformam o filme.

Como pontos negativos estão a presença de Evangeline Lilly (a Kate, do seriado “Lost”), como o par romântico do mocinho – sua presença é tão irrelevante e desnecessária, que um menino de 11 anos consegue fazer o mesmo que ela (um fato que realmente acontece no filme) – e a participação inicial de Hope Davis, caricata até o último fio de cabelo. Por sorte, as cenas finais de sua personagem apagam gloriosamente a participação inicial.

Em resumo, um ótimo filme, que mistura drama, comédia, ficção e aventura na medida certa, fazendo que nós, espectadores, nem percebamos o tempo passar durante toda a projeção. Com certeza, um bom sinal!

Patrícia Quintas
13/10/2011

Anúncios
Esse post foi publicado em Filmes e marcado . Guardar link permanente.

5 respostas para Gigantes de Aço

  1. M. D. Junior disse:

    Pô, legal! Bom saber que há filmes de ficção que ainda podem me causar interesse.
    Parabéns à critica! Muito bem escrita, por sinal.

    M.D. Junior

  2. LUCAS disse:

    10 sua critica mas tbm foi legal a hora que o atom deu um soco no metro e o metro começou a bater na sua propria cabeça kkkkkkkkkkkkk

  3. Anônimo disse:

    quais sao os pontos positivos e negativos desse filme homens de aço

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s