Mostra “Stanley Kubrick”

Mostra “Stanley Kubrick”, que abre daqui a dez dias, no Museu da Imagem e do Som (MIS) com mais de 500 peças ligadas à obra do cineasta americano.

STANLEY KUBRICK
ONDE Museu da Imagem e do Som (av. Europa, 158, tel. 0/xx/11/2117-4777, São Paulo)
QUANDO a partir do dia 11 de outubro; venda de ingressos a partir de hoje no MIS ou no site www.ingressorapido.com.br
QUANTO de R$ 10 a R$ 20

OBRAS EM EXIBIÇÃO – Comentários do crítico Cássio Starling Carlos:
1955A Morte Passou Perto
O cotidiano de um boxeador em Nova York, mostrado com um realismo seco na contramão dos ilusionismos de Hollywood

1956O Grande Golpe
O assalto a um hipódromo converte-se em estudo sobre ambição nesse policial; equilíbrio do estilo visual com uma tensão que nunca cede

1957Glória Feita de Sangue
Primeiro ataque anti-bélico do diretor, narra a brutalidade militar na 1ª Guerra com câmera preocupada em não embelezar o horror

1960Spartacus
Originalmente veículo para Kirk Douglas, Kubrick faz do épico um espetáculo sobre o que mantém e depois destrói os impérios

1962Lolita
Depois do grandioso, retorno ao intimismo com uma crônica sobre desejo e repressão em que os atores brilham tanto quanto a direção

1964Doutor Fantástico
Ao trocar a seriedade pela comédia, o cineasta capta com mais desfaçatez a insanidade da crença no progresso e encontra em Peter Sellers um intérprete ilimitado

19682001, Uma Odisseia no Espaço
Kubrick reinventa a ficção científica nessa ópera magnífica e enigmática, na qual o homem perde seu lugar de centro do universo ao se defrontar com a máquina e o cosmos

1971 – Laranja Mecânica
Ao voltar à Terra, o cineasta retoma seu pessimismo com esse pesadelo em que a bizarrice dos cenários e a deformação da imagem projetam um futuro cada vez mais parecido com o presente

1975Barry Lyndon
Filme de época no qual a obsessão do diretor com a fotografia, que aqui alcança a perfeição pictórica, chama mais a atenção do que o percurso negativo de seu protagonista

1981O Iluminado
Kubrick aborda o terror examinando os efeitos da solidão; real e alucinação se confundem na tela, enquanto os limites do espectador são testados por um cineasta tão perigoso quanto o protagonista

1987Nascido para Matar
Em vez de outro filme sobre o Vietnã, Kubrick, desmonta a disciplina militar que leva da ordem à destruição; ele experimenta a forma visual dos games para sondar um terreno inexplorado

1999De Olhos Bem Fechados
Kubrick usa o poder de sedução de um par perfeito envolvendo-os num jogo de máscaras para desmascará-los depois, culminando com perda de inocência da plateia

Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/2013/10/1349652-mostra-no-mis-com-500-itens-ilustra-trajetoria-do-cineasta-stanley-kubrick.shtml

Anúncios
Esse post foi publicado em Eventos. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s