The Walking Dead: “No Sanctuary” 5×01 [Review]

caçar ou ser caçado

A (longa) espera terminou. Finalmente, na noite de domingo, 12/10, o canal a cabo AMC exibiu o episódio de estreia da 5ª temporada, “No Sanctuary”. E o episódio correspondeu às expectativas dos mais de 17 milhões de telespectadores que o acompanharam, quebrando mais um recorde de audiência (que era da própria série) e trazendo uma história que, desde a temporada passada, vale a pena ser acompanhada.

O episódio iniciou exatamente no ponto de parada da 4ª temporada: Rick, Daryl, Glenn e cia presos em um contâiner, após terem caído na cilada de Terminus. Enquanto vemos “os mocinhos” e alguns avulsos serem preparados para o abate (literalmente), vemos de relance corpos sendo preparados. Mesmo o espectador menos atento pode ter percebido que os corpos pendurados estavam sendo preparados para o jantar (credo!).

the-walking-dead-5-episodio-1

Em uma das cenas mais grotescas apresentadas até aqui na série, três avulsos têm a garganta cortada, jorrando sangue e nos deixando ainda mais temerosos pela vida de Glenn, o próximo na fila do abate. Em tempo: no programa pós exibição do episódio, Talking Dead, o diretor e responsável pelos efeitos especiais, Greg Nicotero, explicou como foi feita a cena. Fascinante! Volta pro episódio. Quando tiros são ouvidos e a confusão se instala com a chegada de uma orda de zumbis a Terminus, Rick consegue escapar, livrando os demais e o restante da galera que havia ficado preso.

the-walking-dead-5x01-no-sanctuary-4-minutos-742x400

As cenas do ataque zumbis são primorosas, não só pela maquiagem (já uma característica positiva da série), mas pelos demais efeitos: zumbis pegando fogo, zumbis voando pelos ares, zumbis comendo humanos vivos. Foi sangrento.

Paralelamente, acompanhamos Carol, Tyrese e Judith na estrada. Após fazerem um refém – que quase acaba com a pequena bebê mas restaura a responsabilidade de Tyrese neste novo mundo – Carol é quem inicia o ataque ao Santuário, o que a leva a resgatar o relógio de Rick e a arma de Daryl e, ao encontrar a turma, ser perdoada pelo ex-xerife (afinal, novamente, ela fez o que deveria ser feito).

2ee33ae905d96c0e8c53b8124eefd373

O lado emocional do episódio – que me levou às lágrimas, literalmente – foram os reencontros: o abraço emocionado de Daryl em Carol, Rick em Judith, Sasha em Tyrese. Outro ponto emocionante ficou por conta de Daryl, triste provavelmente por não rever Beth.

images

O episódio também trouxe dois flashbacks, de Gareth e sua mãe, quando foram presos em Terminus e o que os teria levado a virarem canibais: “Caçar ou Ser Caçado”. Mais uma prova de que a série é sobre pessoas e que a necessidade de sobrevivência os torna mais ou menos bonzinhos. Neste aspecto, interessante lembrar que Glenn exigiu que o outro grupo preso fosse solto pois era “quem eles eram”.

images (1)

Além do episódio explosivo, com direito ao personagem Rick completamente insano (ele inclusive queria voltar e acabar com o que havia sobrado de Terminus), a surpresa ficou por conta da cena pós-crédito (uma inovação): a volta de Morgan, aquele que salvou Rick quando ele saiu do hospital e foi (re)visto em um episódio da 3ª temporada, completamente fora de si. Morgan aparentava estar calmo; olhou para o aviso de que não havia santuário e para uma marca na árvore. O que era? Ele vai voltar? Mistérios deixados brilhantemente pelo produtor Scott Gimple.

images (2)

Após uma temporada de estreia impactante, seguida por duas temporadas que fizeram muitos fãs abandonarem a história nas telinhas, The Walking Dead conseguiu ressurgir das cinzas na 4ª temporada, buscando o apresentado nas HQ’s, aprofundando os dilemas humanos dos personagens, suas relações e trazendo a violência que se espera ao viver num mundo pós apocalíptico. Aos fãs que permaneceram todo o tempo (como eu) e aos novos, a 5ª temporada promete ser intensa, em todos os sentidos. Impossível não acompanhar!

Em tempo:
– o primeiro avulso a ser abatido é Sam, visto na 4ª temporada com a amiga manca, no episódio que Rick expulsa Carol do grupo;
– realmente alguém acreditou naquele papo furado do Eugene?
– a série já garantiu a 6ª Temporada;
– como na temporada passada, a Fox exibirá a temporada atual da série com apenas 2 dias de diferença dos Estados Unidos. Maravilha!

Patrícia Quintas
14/10/2014

Walking-Dead-Season-5-Comic-Con-Poster-Image-WideWallpapersHD-2014-07-27-7

10171189_789743411065155_2315944239707447453_n

Anúncios
Esse post foi publicado em Séries. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s