Exposição no MIS: À Meia-Noite Levarei Sua Alma

Em São Paulo, no Museu daexpo_ze01 Imagem e do Som (MIS), aconteceu a Exposição À Meia-Noite Levarei Sua Alma, em homenagem a José Mojica Marins, o Zé do Caixão.

No Facebook, publiquei algumas fotos da mostra.

Abaixo, texto sobre a exposição publicado no site do MIS:

“O MIS apresenta a exposição À Meia-Noite Levarei sua Alma, que revela parte da trajetória de Zé do Caixão, personagem emblemático de José Mojica Marins. A exposição tem curadoria e concepção de André Sturm e foi baseada na seleção feita por Liz Marins, filha de Mojica, e Marcelo Colaiacovo, guardião e curador do acervo do cineasta.

Imersos em um ambiente obscuro e tortuoso – que guarda muitas revelações e assombros –, o público terá acesso a uma seleção inédita de itens como fotografias, figurinos, roteiros, objetos cênicos, colagens, trechos de filmes e imagens de bastidores das produções de Zé do Caixão. O inventário é proveniente do acervo pessoal de Mojica e de sua filha Liz Marins, e também dos diretores Marcelo Colaiacovo, Paulo Sacramento e Kapel Furman, este último, diretor especialista em efeitos especiais que trabalhou com Mojica em seu último filme Encarnação do Demônio.

Ao todo, são 12 nichos distribuídos no ambiente da exposição, que apresentam itens como o filme em película 16mm original de À Meia Noite Levarei sua Alma (resguardado pelo diretor por mais de 50 anos); o troféu recebido no ano de 1973 durante o Festival Internacional de Cine Fantástico y de Terror Sitges (Espanha); e o cartaz e algumas fotografias de bastidores inéditas do filme O Exorcismo Negro, de 1974.

Ainda dentro do labirinto da exposição À Meia Noite Levarei sua Alma, o público poderá sentir a presença do personagem mais famoso de José Mojica Marins em um ambiente semelhante a um caixão, que, forrado com veludo capitonê, resguarda a histórica vestimenta de Zé do Caixão. Nele, o público poderá ter acesso à capa, a cartola, a camisa, a calça, os sapatos e o medalhão de bruxo usados no filme A Encarnação do Demônio (2008).

Curiosidades como os santinhos da candidatura de Zé do Caixão para deputado em 1982 e pôsteres originais de O Estranho Mundo de Zé do Caixão, Delírios de um Anormal e Ritual dos Sádicos [proibido pela censura e lançado posteriormente como O Despertar da Besta] também integram o inventário da mostra.

Josefel Zanatas, mais conhecido como Zé do Caixão, é um personagem mítico do cinema nacional do Brasil criado e interpretado pelo ator e diretor José Mojica Marins. O contraditório coveiro, que ao mesmo tempo que é cruel e sádico tem como marca ser um defensor de crianças, é um homem de crenças obscuras, cujo objetivo principal passa a ser encontrar uma mulher perfeita para possa dar continuidade à sua espécie (que ele acredita ser superior) e suas ideologias. Sua primeira aparição se deu no longa À Meia-Noite Levarei Sua Alma, lançado em 9 de novembro de 1964, em São Paulo. A obra foi a primeira da trilogia clássica, que inclui Esta Noite Encarnarei no Teu Cadáver (1967) e A Encarnação do Demônio (2008).

Em À Meia Noite Levarei sua Alma, o estúdio Fazemos Arquitetura assina a expografia e a cenografia fica por conta do Estúdio Xingú.”

Link Oficial: http://www.mis-sp.org.br/icox/icox.php?mdl=mis&op=programacao_interna&id_event=1977

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Apresentação. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s