Curso O Cinema de Pedro Almodóvar: hedonismo e paródia

Ministrado pelo Prof. Dr. João Eduardo Hidalgo, o conteúdo será dividido em oito encontros de três horas cada, às quintas-feiras, de 19 de maio a 14 de julho, no Espaço Itaú de Cinema – Anexo

Dentro do contexto cultural espanhol pós-franquista surgiram autores de talento e principalmente de grande apelo popular. Almodóvar, 66 anos, é representante deste período de transição, que teve a sorte de vivenciar um momento criativo de retomada chamado La Movida.

Este curso trata do seu desenvolvimento como cineasta envolvido no renascer cultural, que depois transformou muito das características do período em marcas de seu cinema profundamente autoral. Almodóvar buscou o prazer, foi um hedonista pleno e usou em seus filmes a paródia e a citação como ferramenta fundamental, estes elementos criativos eram uma marca de todos que participavam delrollo ou de La Movida em Madrid, no final dos anos 1970 e inícios dos 1980.

Nos anos 1990 Pedro Almodóvar já era um dos cineastas mais conhecidos do mundo e trouxe para o cinema uma atitude fresca e nova, subvertendo modelos familiares e de comportamento e apresentando-os como norma, rindo dos estabelecidos. Mas algo do trágico mundo do underground madrileno ficou no destino de seus protagonistas, que acabam sozinhos, mortos, fugindo ou sem identificação, como é o caso de Vera Cruz (Verdadeira Cruz) em La piel que habito. Com o seu novo filme, Julieta (ou Silêncio),poderemos conhecer as suas novas (conhecidas) marcas de estilo.

Conteúdo das Aulas

19 DE MAIO: Almodóvar e La Movida
As primeiras atuações de Pedro Almodóvar como cantor e performer.
Almodóvar produz os primeiros curtas (Salomé, 1978). A contracultura na Espanha, La Movida madrilena e seus principais representantes na pintura, literatura, música e no cinema. O primeiro longa-metragem Pepi, Luci , Bom y otras chicas delmontón (1980). Ivan Zulueta e Arrebato (1979), Masaje (1975), o cineasta que mais influenciou Almodóvar.

02 DE JUNHO: Madri como centro de uma revolução cultural
Laberinto de Pasiones (1982) um mosaico cultural da metrópole espanhola. Madri do final de La Movida, Entre tinieblas (1983).

09 DE JUNHO: Desencanto e pobreza
O desencanto do período de transição política: ¿Quéhehechoyo para merecer esto? (1984) e Trailer para amantes de lo prohibido (1985). Os espanhóis e a industrial cultural: os pseudo-anúncios televisivos em Pepi, Luci, bom y otras chicas delmontón e Que hehecho para merecer esto.

16 DE JUNHO: um ponto de inflexão e de estabelecimento
Matador (1985), morte, exotismo espanhol e falta de liberdade estilística.
La ley Del deseo (1986) estabelecimento da autoria Almodóvar, através da criação da Produtora El deseo.

23 DE JUNHO: Reconhecimento internacional
Os filmes que Almodóvar utiliza na construção de sua narrativa: Mujeres al Borde de um ataque de nervios e Johnny Guitar.
Átame! (1989) o cinema continua sendo a principal inspiração, Marilyn Monroe e a estrela pornô Almodovariana. Classificação X ou S nos EUA e a novela de Almodóvar Fuego en lãs entrañas.

30 DE JUNHO: Maturidade estilística de Almodóvar
Todo sobre mi madre (1999), citações e personagens multiplicados: os três Esteban,- Pai, filho e espírito santo, segundo Almodóvar. Hable com Ella (2001), os nomes prenunciam o destino.

07 DE JULHO: Almodóvar revisitando a própria obra cinematográfica
A autocitação paródia em Almodóvar: sua própria obra como inspiração: Los abrazos rotos e Mujeres al borde de un ataque de nervios. O enredo de Volver e La flor de mi pasión, um livro retomado de Amanda Gris.

14 DE JULHO: A citação em Almodóvar, um ciclo que se fecha e auto-consome
O novo curta-metragem, trinta anos depois: La concejala antropófaga.
Possibilidades de futuro, novas citações em La piel que habito. Um dicionário Almodóvar de personagens, situações, diálogos, vestuários entre outros: Amantes Pasajeros (2014).

Serviço

No Espaço Unibanco de Cinema – Anexo
Rua Augusta, 1470 – Cerqueira César – São Paulo

Período – de 19 de maio a 14 de julho de 2016
Horário –19h às 22h -quintas-feiras
Carga horária – 24 horas em 8 encontros

Vagas – 30 pessoas (mínimo de 20 para a realização do curso)
Inscrições – (11) 3266-5115, escola@cinespaco.com.br

Rua Antônio Carlos, 288 – 1º andar

Formas de pagamento:
Até 16/05 – à vista R$ 480,00 ou 2 cheques de R$ 260,00
A partir 17/05 – à vista R$ 520,00 ou 2 cheques de R$ 275,00

Fonte: Itaú Cinemas

Anúncios
Esse post foi publicado em Cursos. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s